Terça-feira, 07 de Dezembro de 2021
SUPERAÇÃO EDUCATIVA

No Dia do Professor, coordenadora de Ensino da FST ressalta os desafios enfrentados durante a pandemia

Nesta sexta-feira (15), Dia do Professor, a coordenadora de Ensino da Faculdade Santa Teresa (FST), Débora Nogueira, lembra das mudanças ocorridas num curto espaço de tempo, em apenas um ano e meio



543cacd9-4614-4563-8427-b4222f66ecbc_513955B3-B017-4B1C-8DC3-DFFA525B4641.jpeg Fotos: Divulgação
15/10/2021 às 16:13

Com a pandemia de Covid-19, a rotina nas salas de aula mudou completamente e os professores tiveram um papel fundamental para manter os ensinamentos à distância, usando a tecnologia como aliada. Nesta sexta-feira (15), Dia do Professor, a coordenadora de Ensino da Faculdade Santa Teresa (FST), Débora Nogueira, lembra das mudanças ocorridas num curto espaço de tempo, em apenas um ano e meio. 

Segundo ela, a tecnologia já estava presente na educação, mas houve inúmeros desafios. “Não tínhamos a tecnologia tão incorporada, como passou a ser exigido por conta da situação de emergência. Os desafios foram desconstruir métodos e didáticas tradicionais e ter novas visões de como é o processo de aprendizagem do aluno”, relatou.



A situação de pandemia foi decretada em 11 de março de 2020, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em Manaus, o primeiro caso foi confirmado dois dias depois. Na mesma semana, todas as escolas tiveram suas aulas suspensas e a impressão de que tudo voltaria ao “normal” dentro de 15 dias, pelo menos, não se concretizou. Do dia para noite, na área educacional, as rotinas mudaram para alunos e professores. 

Com o isolamento social, foi necessário criar uma ponte, usando as tecnologias disponíveis para que o aluno se tornasse ativo no processo de aprendizagem. Os professores também precisaram aprender a ensinar, nesse novo formato. “Foi preciso se reinventar. Para quem já lidava com essas tecnologias no dia a dia, foi mais fácil de trazer para a aula”, explicou.

Da educação infantil à graduação, o contato físico sempre foi muito importante em sala de aula. Com o vírus, tudo mudou. “Além de usar álcool em gel e máscaras, o isolamento social foi necessário, a rotina de sala de aula teve que ser deixada de lado. As salas foram trocadas pelo escritório de casa ou a sala de jantar. Os alunos, antes em suas cadeiras umas atrás das outras, foram separados, cada um em sua câmera, em aulas online. Trabalhar em casa, a disciplina desse processo, foi muito inovador e desafiador”, lembrou Débora Nogueira.

A coordenadora destaca que, mesmo após a pandemia, o uso das tecnologias permanecerá como um aliado importante em sala de aula. Não há como retroceder, disse ela. “A pandemia trouxe uma mudança positiva nesse aspecto”, afirmou, embora não se possa esquecer os males que causou e que ainda causa no mundo todo.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.