Terça-feira, 27 de Outubro de 2020
PRESSÃO

Vereador diz que rodoviários podem parar caso não recebam salário integral

Categoria rejeitou, por unanimidade, proposta de seguir com salários reduzidos e Jaildo Oliveira, que é rodoviário, disse que cidade pode amanhecer sem transporte caso próximo pagamento não seja feito integralmente



busao_D46099B9-E993-41AC-98C6-08D87833F2C9.jpg
17/08/2020 às 14:02

Durante sessão plenária realizada na manhã desta segunda-feira (17) o vereador Jaildo Oliveira (PCdoB) afirmou que a Manaus pode amanhecer sem ônibus nas ruas.  O vereador afirmou que na última sexta-feira (14) houve uma reunião no Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus e os trabalhadores rejeitaram, por unanimidade, a proposta dos empresários do transporte em continuar com salário reduzidos.

“Já passou o prazo, venceu no último dia 31 de Julho e as empresas a partir desse mês, terão que pagar 100% dos salários dos trabalhadores do transporte coletivo. Caso isso não aconteça, a cidade pode amanhecer sem ônibus. Quero comunicar a sociedade, prefeitura e o IMMU para que tome providências e que notifique as empresas para que elas paguem os trabalhadores”, disse. 



“A comunidade está sendo avisada. Eu não quero que a cidade amanheça sem ônibus. Nós não queremos. As empresas têm que cumprir a obrigação delas e pagar seus funcionários”, defendeu.

Jaildo disse que houve forte comprometimento por parte dos motoristas e cobradores para servir a cidade durante o período de pandemia e que o transporte não parou. “Os rodoviários vestiram a camisa. Vários pais de família morreram com essa covid-19. Nós precisamos o mais rápido possível que o nosso vice-líder possa notificar o IMMU para que as empresas paguem”, pediu. 

No início de Julho, o vereador Jaildo já havia ameaçado a paralisação dos serviços de transporte coletivo, que não aconteceu.

Maria Luiza Dacio
Repórter do Caderno A do Jornal A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.