Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020
FORMATURA VIRTUAL

Nova turma de Medicina da Ufam cola grau com nome de infectologista

Solenidade realizada de forma inédita por videoconferência formou 56 alunos do curso de Medicina da Universidade Federal do Amazonas



0bae4d47-5845-41eb-98a1-bc3edea1ecd7_E74AA718-D330-4B5B-97E9-B68DE6F81B4A.jpg Foto: Divulgação
23/04/2020 às 13:07

Em tempos de infecção por Covid-19 a solenidade de colação de grau de 56 formandos do curso de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), que foi realizada por meio de videoconferência nesta manhã e início da tarde, foi marcada por uma curiosa coincidência: a turma em questão, a 93ª de médicos da instituição, leva o nome do infectologista João Ricardo Rodrigues Maia.

A transmissão da cerimônia foi feita por meio do canal da Assessoria de Comunicação da Ufam, no YouTube.



“Agradeço o convite da Turma 93. O destino fez com que um infectologista fosse escolhido para ser homenageado em meio a uma pandemia. Não os deixaremos sós. Os senhores foram recrutados para encerrar fileiras nessa batalha. Este grandioso desafio será prenúncio de outras que virão em suas vidas. Estes dias pandêmicos me ensinaram muitas coisas. Vou me atrever a pedir mais coragem ainda a vocês mesmo em meio a esse pântano político. Vamos ter encontros futuros para falarmos da vida e do que deu certo. Que a turma 93 seja feliz em sua trajetória e obrigado a todos”  disse ele, quebrando o protocolo na feliz coincidência.

Ayssa Kiev, uma das formadas, falou do orgulho deste momento. “Infelizmente a colação não está sendo feita da forma como queríamos, mas estamos aqui. Eu, em nome da Turma 93, repasso nossos parabéns. Nos enquadramos em conceitos como de empoderamento. A Turma 93 é como um um parto prematuro, que às vezes é essencial para evitar futuros problemas. Devemos nos orgulhar dessa condição”, declarou ela.

Ineditismo

Paraninfa da 93ª Turma de Medicina da Ufam, a professora Thais Tibery Espir destacou o ineditismo dos alunos em ser a primeira a levar serviços para o sistema prisional do Estado do Amazonas. A mestre recomendou para que eles “continuem lutando pelo ensino da profissão e aproveitem os bons exemplos da vida escolar pois a melhor recompensa é o dever cumprido com amor”.

“Aprendam a ter coragem de se sentir vivos a cada instante. Se não nos arriscarmos nada mudará”, completou ela.

O reitor da Universidade Federal do Amazonas, Sylvio Puga, destacou a importância da Turma 93 neste momento da humanidade.

“Vocês demonstraram um ato de amor não somente à Medicina, mas ao próximo, aos semelhantes que estão precisando de vocês em um momento doloroso de enfrentamento ao Covid-19. Presto uma homenagem pública a vocês que estão na linha de frente contra a pandemia. Recebam nossa homenagens da Ufam de compromisso ético e moral perante a sociedade. O trabalho é conjunto e parabéns, também, ao nosso corpo docente e pessoal técnico e administrativo. Parabéns a todos”, disse o reitor, emocionado, ao lembrar que nasceu prematuro de sete meses.

Repórter de A Crítica

Tudo sobre o Coronavírus



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.