Terça-feira, 02 de Março de 2021
COMBOIO EMERGENCIAL

Manaus deve receber amanhã 100 mil m³ de oxigênio transportados de Porto Velho

Ação emergencial está sendo feita por quatro carretas, por meio da BR-319. Comboio conta com tratores para caso aconteça problemas na estrada



c2b25657-f257-43bb-9d26-756b6f65fcea_733DFD9E-FB6E-480C-A513-CE23CDFB57C5.jpg Foto: Divulgação
20/01/2021 às 13:14

A crise do oxigênio ainda assola Manaus e demais municípios do Amazonas. Em meio a isso, uma ação emergencial deve transportar quatro carretas com 100 mil metros cúbicos de oxigênio de Porto Velho (RO) para Manaus, por meio da BR-319. O oxigênio doado pela empresa Air Liquide Brasil em caminhões da Transportes IC, deve chegar até esta quinta-feira (21).

A ação emergencial elaborada pelo Ministério da Saúde (MS) em parceria com o Ministério da Infraestrutura (Minfra), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e iniciativa privada, buscam atender a grande demanda do oxigênio nos hospitais do Amazonas.



Segundo o Secretário Nacional de Transportes Terrestres (SNTT) do Minfra, Marcello da Costa, está previsto para sair de Porto Velho mais três carretas com oxigênio nesta quinta-feira (21).

"Hoje (20) pela manhã saiu quatro carretas no total de 100 mil m³ que vão ser transportadas e a expectativa de chegada a Manaus é amanhã (21) no final do dia. Amanhã sai mais três carretas. Foi montada toda uma operação logística pelo DNIT com apoio da Polícia Rodoviária Federal. Temos equipamento de engenharia nos pontos críticos caso seja necessário e também equipe do DNIT para fazer apoio na travessia", contou o secretário.

Chuvas podem atrapalhar

O período previsto de 30 horas para a chegada em Manaus, pode sofrer alterações em razão das fortes chuvas que tem caído sobre a região no período do inverno amazônico. O DNIT informou ainda que o tempo de viagem será calculado quando o comboio entrar no trecho não pavimentado da rodovia.

"Importante destacar que a missão do DNIT nesta operação e garantir com que esse material chegue com segurança em Manaus. Para isso, o DNIT está acompanhando o comboio com nossos engenheiros e equipamentos para garantir que nenhuma carreta fique impedida de se deslocar em razão das fortes chuvas que assolam a nossa região. Destacamos a importância da BR-319 para o MINFRA e para o Governo Federal. O DNIT está atuando de forma continuada na manutenção da rodovia BR-319, de forma a garantir sua trafegabilidade ao longo de todo o ano", informou em nota.

Estrutura

O diretor-geral do DNIT, general Antônio Leite dos Santos Filho, informou ainda que estão sendo disponibilizados pelo departamento funcionários e equipamentos para conter quaisquer dificuldades que possam aparecer durante o transporte.

"A importância da BR-319 é o meio que nós temos para tirar Manaus do isolamento do país. A BR-319 tem uma importância humanitária, pois é a forma mais rápida de transportar oxigênio a Manaus. O DNIT já vem trabalhando para aumentar a trafegabilidade. Com isso, intensificamos as medidas de conservação e manutenção da estrada. Estamos montando um comboio em conjunto com a Polícia Federal e com equipamentos como tratores, niveladores, de tal forma que se tiver algum problema durante o transporte possa dar apoio imediato. Além disso, ao longo de todo o segmento da BR-319 temos nove contratos de manutenção. Essas empresas estão disponibilizadas com pessoal e equipamento e com estoque material, possa ser rapidamente sanado", contou o general.

Pavimentação definitiva da BR-319

Diante desta realidade que o Amazonas enfrenta nos últimos, o general acredita que ainda neste ano a rodovia comece a ser pavimentada.

"A BR-319 é uma prioridade do DNIT, do Ministério da Infraestrutura e do Governo Federal. Estamos trabalhando de forma muito intensa nos planejamentos, nos projetos, licenças ambientais. A expectativa é que ainda neste ano a gente comece a pavimentação asfáltica da BR-319, que já foi realidade no passado. A parte ambiental já foi entregue ao IBAMA, que já analisou e está em tratativas com o DNIT. O projeto está bem adiantado, andando bem veloz. De tal forma, que a gente considera que este ano nós iremos começar a asfaltar a BR-319", descreveu o diretor-geral do DNIT.

Doações

A Associação PanAmazônia participou do processo de articulação e sensibilização junto à diversas instâncias do Governo Federal sobre a importância de viabilizar essa opção logística.

A operação será mantida enquanto a crise permanecer no Amazonas. Todas as empresas que desejarem doar oxigênio e outros insumos poderão, a partir de agora usar essa opção disponibilizada pelo Governo Federal. O DNIT necessitará de todo o apoio do empresariado dos estados de Rondônia e do Amazonas para o pleno sucesso da operação.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.