Terça-feira, 14 de Julho de 2020
COMPOSIÇÃO

Josué Neto dá prazo para que líderes indiquem membros para CPI

Prazo dado pelo presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) termina às 12h. A decisão de Josué acontece um dia após a sessão ter sido encerrada, novamente, por falta de consenso



aleam_ED0780ED-B8E4-4768-9C52-95CC8D00E895.JPG Foto: Reprodução/Facebook
21/05/2020 às 11:53

Citando o regimento interno, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Josué Neto (PRTB) pediu na manhã desta quinta-feira (21), durante sessão plenária virtual, que os líderes de partido indiquem componentes para a CPI da Saúde até às 12h00.

“Concedo nova oportunidade para que os líderes que compõem blocos partidários processam as indicações”, disse.



Ontem (20), o colegiado de 16 líderes partidários se reuniu em cumprimento da ação liminar do desembargador Mauro Bessa, mas por causa de bate boca e falta de um consenso na escolha dos membros, Josué encerrou a reunião sem a definição de dois nomes vindos do Partido Verde (PV) e Partido Liberal (PL).

“Peço que indiquem a partir de agora até o meio dia, os líderes, indiquem os seus componentes para composição da CPI, de forma escrita ou até mesmo de forma oral durante a sessão plenária”, pediu. 

Segundo Josué, a reunião de líderes realizada ontem tinha por finalidade colher as indicações dos líderes partidários que compõem blocos partidários.

“Essas indicações dos membros por parte das lideranças partidárias ao contrário do que defendido por alguns não feitas mediante do colégio de líderes, uma vez que se trata de ato totalmente incompatível com a finalidade deste colegiado”, explicou.

A vice-presidente da Assembleia, deputada Alessandra Campêlo (MDB), chamou Josué Neto de “ditadorzinho” e o acusou de manipular o regimento. Josué não concedeu questão de ordem e comunicado de liderança para deputada. Alessandra prometeu judicializar mais uma vez a questão.

Retirada de assinatura

Em forma de protesto às movimentações de Josué Neto que não aceitou a indicação de Felipe Souza pelo bloco partidário PRTB, PATRIOTAS, PSL REP e DEM, o deputado anunciou que vai retirar assinatura da ata da CPI da Saúde. Felipe Souza foi o último deputado a subscrever a CPI.

Com a retirada da assinatura de Felipe Souza, a CPI passa a não a atender os requerimentos mínimos  para a instalação. É necessário um terço das assinaturas dos 24 deputados estaduais, ou seja, oito assinaturas.

“Qual o medo, qual o pavor do Felipe Souza participar da CPI. Não apadrinhado de político ou de cacique político nenhum, meu celular não toca para pegar ordem de ninguém. Não vou aceitar nenhuma manobra, nada que venha tirar o meu direito de participar. Estou protocolando a retirada da minha assinatura por não concordar com a maneira antidemocrática que as coisas estão sendo feitas”, declarou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.