Quinta-feira, 02 de Julho de 2020
ajuda do bem

Ateliê 23 faz campanha para realizar reparos em sede roubada 3 vezes em 60 dias

Ares-condicionados, equipamentos eletrônicos, cabos usados para sonoplastia, iluminação, entre outros, foram roubados da sede da companhia de teatro que ainda teve o forro e o banheiro danificados



23_281F5E22-6C19-4D90-B01E-E310BAFD8462.jpg Foto: Divulgação
22/05/2020 às 17:59

No ano em que completa sete anos de existência, o Ateliê 23 está com uma campanha nas redes sociais para arrecadar recursos financeiros e fazer reparações na sede da companhia de teatro, localizada na Rua Tapajós, 166, Centro, invadida na última semana.

Segundo o ator Taciano Soares, diretor do grupo, em 60 dias, essa é a terceira vez que o espaço é invadido. Ele conta que, no primeiro momento, foram levados objetos da área externa, como cabos de cobre dos ares-condicionados, no entanto, a última invasão aconteceu pelo telhado da casa.



“Foi uma depredação, eles quebraram o forro de gesso do espaço, parede de banheiro, levaram ares-condicionados, equipamentos eletrônicos, cabos usados para sonoplastia, iluminação e deixaram um grande prejuízo”, afirma o diretor. “Agora, como somos uma companhia independente e não temos um fluxo de caixa contínuo, lançamos a campanha para arrecadar doações e reparar os danos. Traçamos quatro etapas para recuperar o espaço conforme chegam os recursos, entre eles intensificar a segurança com grades, cerca elétrica, alarme, laje pré-moldada para evitar reincidências e reestruturação da parte elétrica”.

Taciano explica que as doações podem ser feitas por meio de depósito bancário na conta 41712-2, agência 2239, do Bradesco, destinado ao Ateliê 23 Produções Culturais Ltda, de CNPJ 18.266.432/0001-04.

“Contamos com a solidariedade do público, de artistas, gestores e produtores culturais e pedimos que, quem não puder contribuir financeiramente, possa nos ajudar a ampliar o alcance da divulgação, para que mais pessoas saibam o que está acontecendo. Nós acreditamos que a união faz a força sim”, comenta o artista. “Empresas de materiais elétricos e construção civil também podem ajudar com doações, principalmente nesta fase mais emergencial. Toda ajuda é muito bem-vinda no momento”.

Redes sociais

Para arrecadar recursos, a equipe do Ateliê 23 vai promover diferentes ações virtuais, na página do grupo no Instagram (@atelie23), entre elas apresentações de trechos de espetáculos da companhia, como “Ouve”; sorteios com apoio de parceiros como a Loppiano, que vai disponibilizar pizzas; o Arteric, que vai oferecer uma cesta de café da manhã para o Dia dos Namorados, com temática junina. Quem participar com doações também terá direito a conferir a estreia do curta-metragem “Arrimos”, do ilustrador e ator Eric Lima; em uma sessão fechada no Zoom.

O cantor Yago Reis, autor das músicas, em parceria com Number Teddie, do espetáculo “Janta”, assinado pela companhia de teatro, e do EP “Virtude”; também está nesta campanha de solidariedade. Ele vai fazer uma live no canal dele no Youtube e toda arrecadação será destinada ao Ateliê 23.

No caso de doações em grande quantidade, o contato pode ser feito por meio dos números (92) 9 9198-7122 e 9 9324-8058 e do e-mail atelie23casadecriacao@gmail.com.

Trajetória

Em sete anos de estrada, o Ateliê 23 tem base no Centro de Manaus desde março de 2015, com 16 espetáculos no repertório, entre eles sucessos de público e crítica como “Helena”, selecionado para a mostra a_ponte: cena do teatro universitário do Itaú Cultural e indicado ao Prêmio Brasil Musical; “da Silva” e “Ensaio de Despedida”, indicados para o projeto Palco Giratório, do Sesc; “Vacas Bravas” e “Persona – Face Um”. Este último colocou em pauta o tema transfobia e ficou um ano e meio em cartaz.

Um dos poucos espaços culturais privados de Manaus, a casa da companhia de teatro abriga muitos grupos e artistas independentes para realizar ensaios, temporadas de espetáculos, encontros, lançamentos de livros, apresentações acadêmicas, debates e oficinas. O local já sediou ações promovidas pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Federação de Teatro do Amazonas (Fetam), Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Fundação Nacional de Artes (Funarte), Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e Serviço Social do Comércio (Sesc).

Ao longo de cinco anos, mais de sete mil pessoas passaram pelo equipamento cultural, que tem a sala de espetáculos com capacidade para 40 lugares. O Ateliê 23 abre as portas para o público todos os fins de semana, de fevereiro a dezembro.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.