Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019
INTERIOR DO AM

Sargento da PM mata jovem de 18 anos em blitz em Rio Preto da Eva

Thalia Oliveira teria sido alvejada após sair da blitz. Polícia Militar diz que jovem foi alvejada ao não parar em abordagem



jovem_CC0EE34E-B19A-4DF3-AF2F-4EA4FF4A00E0.JPG Foto: Divulgação / Facebook
18/08/2019 às 14:37

A estudante universitária Thalia Oliveira, de 18 anos, foi morta vítima de arma de fogo, na madrugada deste domingo (18), por volta das 5h, no município de Rio Preto da Eva, distante 60,57 quilômetros em linha reta de Manaus. O suspeito de ter cometido o crime é um sargento da Polícia Militar do Amazonas identificado como Rosivaldo Oliveira.

De acordo com testemunhas, Thalia voltava com um amigo de uma festa em um posto de combustível em uma motocicleta, quando eles foram parados em uma blitz da PM. Na ocasião, o condutor e o sargento teriam entrado em uma discussão e, ao deixarem o local (a vítima e o condutor do veículo), o policial atirou em direção a eles, atingindo a cabeça da vítima.

Thalia estava cursando o 1º período do curso de Psicologia, em uma faculdade particular da capital.  Ela ainda foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu ao ferimento e morreu no local. O Instituto Médico legal (IML) foi acionado e fez a remoção do corpo.

Polícia Militar se pronuncia

Em nota, o Comando Geral da Polícia Militar informou que o sargento da PM efetuou o disparo, que atingiu a jovem de 18 anos de idade, após a motocicleta não parar durante abordagem policial. O caso será apurado pela Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD), que instaurou procedimento administrativo contra o militar que responderá a Inquérito Policial Militar (IPM) com o imediato afastamento de suas funções até a conclusão dos procedimentos judiciais cabíveis.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.