Sábado, 04 de Julho de 2020
FISCALIZAÇÃO

Receita Federal apreende 30 kg de maconha em bagagens de passageiros no Aeroporto de Manaus

Três pessoas que estavam tentando embarcar com a droga foram presas em flagrante e uma adolescente foi apreendida



deco1_55072B9D-A888-442F-A16A-016E716CC285.JPG Foto: Divulgação
21/05/2020 às 16:39

Cerca de 30 quilos de maconha do tipo skank, avaliados em mais de R$ 360 mil, foram apreendidos na madrugada desta quinta-feira (21), no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, na Zona Oeste de Manaus. Três pessoas que estavam tentando embarcar com a droga foram presas em flagrante e uma adolescente foi apreendida.

A apreensão e as prisões foram feitas pelo Serviço de Vigilância e Repressão ao Combate, ao Contrabando e ao Descaminho (Serep), da Alfândega do Porto de Manaus, durante operação de controle aduaneiro no aeroporto de Manaus.



De acordo com a assessoria de imprensa da Alfândega do Porto de Manaus, a ação teve a participação da Equipe K9 da Receita Federal e a utilização do equipamento de scanner. Várias malas foram fiscalizadas, o que resultou na identificação de bagagens suspeitas, com indícios de conterem substâncias orgânicas. 

Ao serem submetidas a verificações físicas pela fiscalização, foi constatado a existência de aproximadamente 30 quilos de skunk. Os passageiros, que tinham como destinos as cidades de Belém (PA), Confins (MG) e Rio de Janeiro (RJ), foram retirados dos voos e encaminhados à Polícia Federal.

A Receita Federal contou, nesta operação, com a atuação do cão Deco, novo agente canino que está reforçando a Equipe K9 do órgão em Manaus no combate ao contrabando, descaminho e tráfico de drogas.

A Receita Federal e a Polícia Federal informam à sociedade que permanecem, mesmo durante a pandemia de Covid-19, realizando normalmente suas ações de fiscalização na cidade de Manaus.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.