Terça-feira, 07 de Dezembro de 2021
Polícia investiga

Em Iranduba, catador de material reciclável é morto a tiros enquanto caminhava

Jhonatas Cardoso Melo tinha 27 anos. Familiares informaram que o jovem era usuário de drogas e também já tinha sido preso por roubo



show_show_WhatsApp_Image_2017-04-07_at_16.39.33_7454FCEC-D422-4A6B-A361-08808AEFE34A.jpeg Foto: Divulgação
01/10/2021 às 16:00

O catador de latinhas Jhonatas Cardoso Melo, 27, foi assassinado a tiros na manhã desta sexta-feira (1º), na rua Sabiá, no bairro Novo Amanhecer, no município de Iranduba (distante a 27 quilômetros de Manaus). A Polícia Civil suspeita que o jovem foi morto por conta do envolvimento com o tráfico de drogas. 

Testemunhas informaram a Polícia Militar (PM), que Jhonatas estava caminhando pela rua, quando os criminosos, ainda não identificados, chegaram ao local e fizeram os disparos. Uma ambulância ainda foi acionada, mas quando os paramédicos chegaram ao local a vítima já estava sem vida.

Familiares de Jhonatas informaram a polícia que o jovem era usuário de drogas e também já tinha sido preso por roubo. 

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.
A investigação ficará a cargo do 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), em Iranduba.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.