Terça-feira, 27 de Outubro de 2020
AÇÕES

Sema e Ipaam fazem levantamento de impactos ambientais no Monte Horebe

A área onde está localizada a ocupação Monte Horebe fica a cerca de 260 metros em linha reta da Área de Proteção Ambiental (APA) Adolpho Ducke



WhatsApp_Image_2020-03-02_at_16.33.41_0E2B101C-E03C-41A4-9FEB-4126DA555DDE.jpeg (Foto: Orlando Jr / Secom)
02/03/2020 às 17:08

A área onde está localizada a ocupação irregular Monte Horebe, nas proximidades da Reserva Adolpho Ducke, na zona Norte de Manaus, receberá ações de recuperação ambiental. Equipes da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) estão em campo, nesta segunda-feira (02/03), acompanhando o processo de desocupação.

A ocupação da localidade pelo Governo do Estado teve início nesta manhã, com o atendimento social às famílias que residem na comunidade. Na ocasião, técnicos da Sema e do Ipaam iniciaram um levantamento dos possíveis impactos ambientais na área, realizado com auxílio de drones.



“Nesse momento, a preocupação do Governo do Estado é desocupar aquela área para possibilitar melhores condições de moradia e qualidade de vida para aquelas pessoas. Posteriormente à desocupação, a estratégia é realizar um planejamento para recuperação ambiental da área, em especial nas margens de igarapés e Áreas de Preservação Permanente (APP)”, explicou o secretário da Sema, Eduardo Taveira, ao ressaltar que todas as ações já estão integradas ao planejamento de ocupação em curso pelo Governo do Estado.

Na manhã desta segunda-feira (02/03), o diretor-presidente do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Juliano Valente, e a delegada Carla Biaggi, titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), sobrevoaram a ocupação irregular Monte Horebe. Segundo ele, foi constatado um aumento na área ocupada pelas famílias. 

Valente informou ainda que, desde janeiro de 2019, o Ipaam vem monitorando a ocupação irregular, juntamente com a Dema e o Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb). “Na época, chegamos a desarticular parte dessa área invadida. Além de mais de 100 lotes divididos para a comercialização, constatamos que no local havia retirada de madeira ilegal e também a prática de caça de animais silvestres”, completou.

Mapeamento -  Conforme indicado em mapeamento de alta resolução realizado pela Sema, em setembro de 2019, a área onde está localizada a ocupação Monte Horebe fica a cerca de 260 metros em linha reta da Área de Proteção Ambiental (APA) Adolpho Ducke. As ações ambientais na localidade serão priorizadas conforme as necessidades apontadas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmas).

 “Também daremos todo o apoio aos órgãos responsáveis pela área na realização de atividades de educação ambiental junto à população do entorno, com suporte técnico quanto às ações de recuperação da área e gestão de resíduos sólidos, além de monitoramento remoto da área, em parceria com o Ipaam”, completou o secretário da Sema, Eduardo Taveira.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Desocupação Monte Horebe



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.