Domingo, 27 de Setembro de 2020
MARATONA DE JOGOS

Treino físico é foco no Manaus para atletas resistirem a jogos na Série C

Preparador físico diz que a equipe está evoluindo e garantiu que grupo chegará 100% para estreia contra o Vila Nova-GO



42ae54da-d5bc-4cff-b392-37af9ce5251f__1__43E0F44F-1DB6-4C7C-A237-1BB8BCCD8875.jpg Foto: Ismael Monteiro/Manaus FC
23/07/2020 às 10:53

Perto de completar 10 dias de treinamentos, o Manaus FC realizou na tarde desta quarta-feira (22), no estádio Carlos Zamith, localizado na Zona Leste de Manaus, um treino físico e técnico em preparação para o Campeonato Brasileiro da Série C. Correndo contra o tempo para entregar o grupo em condições físicas para o técnico Welington Fajardo, o preparador físico Murilo Vasconcelos conversou com o CRAQUE sobre a evolução dos jogadores nesses primeiros dias de trabalho.

''Estamos fechando o 9º dia de preparação, onde a primeira semana foi muito interessante, muito produtiva. Os atletas surpreenderam a comissão em termos físicos, estamos vendo uma melhora grande nesta segunda semana e acredito que para estreia estaremos com um grupo bem homogêneo. O que vai estar faltando vai ser mais ritmo de jogo, mas fisicamente os atletas vão estar bem para iniciar as partidas", disse o preparador físico do Gavião.



Uma das preocupações da comissão técnica são as viagens que o time fará pelo Norte e Nordeste do país. Como a falta de treinamento prejudicou o trabalho da comissão, Murilo diz que, no momento que o campeonato começar, será necessário uma melhor atenção aos jogadores do ''grupo 2 e 3'' - atletas que saem do banco ou que não estão atuando - para mantê-los preparados caso Fajardo precise contar com eles.

''Uma coisa muito estudada é a recuperação. Falando de Série C, que são várias viagens longas, e dependendo da logística, acaba não ajudando na recuperação do atleta, mas acredito que vamos estar bem preparados fisicamente para aguentar todos os jogos, viagens, e focar na recuperação dos atletas. Principalmente, nos atletas que não vem jogando, que são o grupo 2 e grupo 3, esses sim a gente precisar ter mais atenção, porque geralmente vai para o jogo, mas só entra 10, 15 minutos, então precisamos ficar bem atentos'', explicou Murilo.

O preparador destacou a importância do elenco ter respondido bem aos testes feitos pela comissão técnica, voltando acima das expectativas. "Foram quatro meses de quarentena, é fisiológico que o atleta de alto rendimento tenha uma perda grande na parte de resistência e principalmente força com perda de massa muscular. E com os testes que realizamos, a resposta que tivemos foi muito benéfica, pois eles voltaram bem acima do esperado. Isso é muito importante para iniciae uma competição", concluiu Murilo Vasconcelos.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.