Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020
É PRA VALER?

Presidente da FAF afirma que Fast, Naça e Manaus ficarão com vagas nacionais de 2021

Dissica Valério Tomaz, presidente da entidade, confirmou o fim do campeonato sem rebaixados e campeão. Dirigente também informou quem vai ficar com as vagas nacionais em 2021



DISSICA_DB0EA8AF-CC5F-4660-AD80-1D196D41BF20.JPG Foto: Divulgação
07/07/2020 às 20:18

Nesta terça-feira (7), em entrevista ao A Crítica, o presidente da Federação de Futebol do Amazonas (FAF), Dissica Valério Tomaz, confirmou o fim do Campeonato Amazonense 2020 com nenhum clube rebaixado e nenhum campeão. Também de acordo com ele, Manaus, Nacional e Fast Clube continuam com as vagas para as competições nacionais de 2021.

Há quase quatro meses, FAF e clubes amazonenses decidiram, de forma unânime, que o Campeonato Amazonense de 2020 não seria terminado nas quatro linhas. Durante a reunião no dia 20 de março, seis clubes (Nacional, Princesa, Fast, São Raimundo, Iranduba e Manaus) votaram pelo cancelamento do campeonato. Já outros dois, Penarol e Amazonas, pediram o encerramento da competição.



Segundo o mandatário, a decisão do cancelamento do Barezão ficou acertada ainda na reunião citada. Por isso, o campeonato não terá nenhum clube rebaixado, nem campeão em 2020.

“Fizemos a reunião há bastante tempo. Deixei a decisão com os clubes, foi o que eles decidiram. Amazonas FC vai continuar na série A do Amazonense. A vaga nacional continua com os mesmos times, Manaus, Nacional e Fast”, revelou o presidente.

Por outro lado, o Amazonas FC, caçula do futebol amazonense, espera uma nota oficial da FAF sobre a declaração do presidente da entidade.

“O Amazonas continua esperando a decisão oficial da FAF. Só vamos comentar depois que tiver essa definição, quanto a calendário, quanto ao campeão. Estamos torcendo para que saia logo essa definição, isso acaba sendo a conclusão do nosso trabalho 2020. Infelizmente, o campeonato foi interrompido. Muitos clubes vinham investindo no campeonato em virtude da qualidade e do nível dos jogos. Quem perde bastante nesse momento é o futebol amazonense. Vamos esperar a decisão oficial para a gente falar sobre isso”, disse Lissandro Breval, diretor de futebol da Onça-Pintada da Zona Leste, que terminou a competição como líder da classificação geral com 24 pontos.

Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.