Domingo, 27 de Setembro de 2020
FISIOTERAPIA

Em Coari, parceria com a Ufam ajuda na recuperação física de atletas

Além do tratamento de lesões, eles recebem palestras com orientações de movimentos e fortalecimento muscular para prevenir as contusões



WhatsApp_Image_2020-05-03_at_16.15.58_CD429EF2-C34D-4F70-BD25-23ED03D33C4A.jpeg (Fotos: Divulgação)
03/05/2020 às 16:43

Tão importante quanto treinar a recuperação física dos atletas, o tratamento de lesões é chave para um bom rendimento no esporte - seja ele qual for. Pensando nisso, as grandes equipes têm, cada vez mais, investido em um corpo de profissionais voltado para prevenir e tratar lesões. Com tanta tecnologia, as equipes que ficam longe dos grandes centros, muitas vezes têm dificuldades para equiparar com os rivais que possuem grande aparato, mas não é o caso das academias de Coari, a 363km de Manaus. Um dos pólos do MMA no Amazonas, os lutadores e técnicos contam com o apoio da Liga de Fisioterapia Esportiva (LIFE), um projeto do departamento de fisioterapia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Com a parceira firmada, atletas e treinadores relatam   melhora no rendimento tanto nos treinos quanto nas lutas. O mestre Izaías Cunha, da academia Renovação Coari, RCT, conta que os trabalhos de fisioterapia feitos nos laboratórios da Ufam são de grande ajuda. Além de recuperar mais rápido os lutadores que se lesionam, o impede que seus pupilos treinem machucados, ou escondam a lesão com medo de serem cortados dos eventos. 



“É um trabalho muito bem feito e de grande ajuda para nós. Com o acompanhamento, eles voltam logo a treinar 100% e, com certeza, o resultado é bem melhor. Eles se recuperando rápido vai poder estar 100% lá em cima (no octógono) porque a luta exige muito e se eles estiverem apenas  70% contra alguém  100%, vai fazer diferença e isso também impede que um atleta lesionado esconda que está machucado por medo de ser cortado do evento porque se eu ver, eu retiro. E agora não. Eles sabem que vão ter um acompanhamento e se recuperar”, conta o mestre.

Izaías também relata que além do tratamento de lesões, eles recebem palestras com orientações de movimentos e fortalecimento muscular para prevenir as contusões.

Fundado há dois anos, o Life é um projeto de extensão que atende atletas às terças e quintas das 17h às as 19h. Em média, são atendidos, por dia, 20 atletas, o que totaliza até 80 atendimentos por mês. Só da academia RCT, são de seis a oito atletas que são agendados por dia e o número pode chegar a nove em caso de lesionados. De acordo com o coordenador do LIFE, o professor Hildemberg Santiago, alunos supervisionados por professores tratam contusões e recebem encaminhamento para exames de raio-x, e hemogramas. Tudo 100% gratuito, sem nenhum custo para os atletas. 

De acordo com o coordenador do curso de Fisioterapia, Thiago Maciel, conta que o projeto surgiu da iniciativa de alunos e professores que queriam trocar informações, experiências, além de aprimorar conhecimentos acerca de prevenção e recuperação de lesões.

“O objetivo principal é compartilhar os conhecimentos na área de fisioterapia traumato-ortopédica e desportiva com a comunidade acadêmica e a sociedade coariense e além de atendimentos prestados aos atletas de diferentes academias da cidade como: ADAMCAM (Nova União), DGT e RCT”, disse.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.