Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019
jogão

Brusque-SC leva a melhor nos pênaltis e é o campeão da Série D do Brasileirão

O Manaus FC errou um dos lances e garantiu a vitória do Marreco sob o Gavião do Norte



brusque_123_62067513-FFA5-4AC6-9D14-78550503A6C7.JPG Foto: Márcio Silva
18/08/2019 às 18:09

Com recorde histórico de mais de 44 mil presentes na Arena da Amazônia na tarde deste domingo (18), o Gavião do Norte adiou o sonho do título inédito da série D. Com empate por 2 a 2 no tempo regulamentar, o Manaus decidiu na marca da cal com o Brusque-SC, e saiu derrotado por 6 a 5.

O artilheiro da competição com 10 gols Junior Pirambu e Thiago Alagoano anotaram os gols a favor do Brusque-SC. Sávio e Matheus Oliveira marcaram os tentos do triunfo do Verdão da capital.

Além de Brusque e Manaus, outros dois clubes garantiram vaga na Série C do Brasileiro em 2020: Ituano-SP e Jacuipense-BA.

A grande final

No primeiro ataque do jogo, o Brusque abriu o placar aos 2 minutos. Na bobeada da defesa, Junior Pirambu pegou a sobra de cruzamento dentro da pequena área e de calcanhar balançou as redes do Manaus.

Mesmo após o “baque”, a equipe esmeraldina não se abateu, e se impôs no campo do time catarinense. E aos 7 minutos o Verdão da capital empatou. Igor inverteu da direita pra esquerda, o volante Derlan cabeceou pra dentro da grande área e Sávio só fez empurrar pro fundo da meta do Brusque.

O Gavião do Norte ainda marcou o segundo aos 13 minutos, com Diogo Dolen, mas foi assinalado impedimento do ponta direita do Manaus.

Aos 18 minutos Edilson cobrou falta perigosa pelo lado esquerdo, Thiago Alagoano mandou por cima da meta do goleiro Jhonathan.

Aos 21 minutos Igor cobrou falta na direita, Sávio cabeceou no meio e no arremate Evair mandou a bola por cima do gol.

Aos 28 minutos Airton fez cruzamento perigoso, que parou nas mãos do goleiro Jonathan. Nos minutos seguintes no contra-ataque, Derlan partiu pela esquerda, e deu o tiro de fora da área, pra fácil defesa de Zé Carlos.

Aos 38 minutos, o time esmeraldino construiu mais um lance de perigo, na triangulação no meio de campo entre Derlan e Diogo Dolen, que devolveu pra Derlan arriscar de longe, e mandar a bola por cima do gol.

Com jogo equilibrado, o Manaus acabou perdendo Sávio, que foi substituído por Vitinho, devido a um problema na clavícula.

Aos 47 minutos, Derlan arriscou mais uma vez de fora da área, e o chute raspou a trave esquerda do Brusque.

No último lance aos 49 minutos da primeira etapa, Jonathan tentou lançar Vitinho na direita, mas a bola correu demais, e saiu pela linha lateral.

Último ato

Fechando as cortinas do grande espetáculo da série D 2019. Ambas as equipes voltaram ao palco cheio de vontade para levantar a taça e gritar campeão. Aos 11 minutos o Gavião do Norte chegou com perigo, no cruzamento de Vandinho. De cabeça Mateus Oliveira finalizou fraco no meio do gol. Aos 14 minutos o Manaus virou o jogo. Na cobrança de escanteio de Evair, o camisa 99 subiu na grande área e cabeceou a bola pro fundo do gol quadricolor.

Depois do gol, a torcida na Arena da Amazônia despertou e empurrou ainda mais a equipe do Manaus.

Aos 37 minutos o time visitante empatou o jogo. Em mais uma bobeada da defesa do Gavião, o Brusque empatou o jogo com chute de Thiago Alagoano da entrada da grande área.

Aos 41 minutos Panda cobrou escanteio e Mateus Oliveira cabeceou no meio do gol. Apesar da insistência do Verdão da capital, a partida terminou empatada e a disputa do título foi para as penalidades.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.