Quarta-feira, 28 de Outubro de 2020
'El todo poderoso"

Após vencer Colômbia, Messi lidera ‘lei do silêncio’ contra imprensa argentina

Astro da seleção assumiu comando de “rebelião” contra a mídia após grave acusação envolvendo maconha contra o atacante Lavezzi



der.jpg Messi foi taxativo ao afirmar que sobraram “acusações” e faltou “respeito” ao elenco dirigido por Edgardo Bauza nas Eliminatórias (Foto: Natacha Pisarenko/AP)
16/11/2016 às 09:35

Lionel Messi liderou os 26 jogadores da seleção argentina em protesto nesta terça-feira (15) contra a mídia, dizendo que estavam boicotando a imprensa até novo aviso. Messi ajudou na vitória em casa por 3 a 0 sobre a Colômbia ao marcar um gol e auxiliando nos outros dois para colocar a campanha da Argentina nas eliminatórias da Copa de Mundo de volta aos trilhos.

“Decidimos não falar mais com a imprensa”, anunciou Messi em entrevista coletiva após a partida, com presença dos seus 25 companheiros de equipe. “Recebemos muitas acusações, muita falta de respeito e nunca dissemos nada. Sentimos muito que tenha que ser assim, mas não temos opção”, disse o capitão da seleção.



“Sabemos que há muitos de vocês que não estão envolvidos em não nos mostrar respeito... mas entrar na vida pessoal de uma pessoa é muito grave e é por isto que estamos aqui”, acrescentou antes de sair da sala, junto aos outros jogadores.

Maconha foi o estopim

Os jogadores foram alvos de críticas da mídia argentina após resultados ruins nas Eliminatórias da Copa, mas a decisão foi tomada após relatos de uma rádio de que Ezequiel Lavezzi teria fumado maconha após um treino. Foi divulgado na entrevista coletiva que Lavezzi está processando o repórter da Radio Mitre.

O técnico Edgardo Bauza, que falou posteriormente com a mídia, disse ter ficado feliz pelo time com a vitória. “Disse aos jogadores que estou feliz por eles após uma semana de críticas... e porque não foi uma partida fácil”, disse.

A vitória de terça-feira (15) deixa a Argentina com 19 pontos após 12 partidas e em quinto lugar do grupo sul-americano nas eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia, em 2018. Os quatro primeiros times vão direto para a Copa, enquanto o quinto lugar participa de uma disputa intercontinental por uma vaga.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.