Domingo, 29 de Março de 2020
Promessas

Reencontro de artistas é trunfo da Aparecida na busca pelo título de campeã

Fabiano Fayal e Natalício Vasconcelos já trabalharam na escola de samba Balaku Blaku e agora voltam a unir forças para este Carnaval na Mocidade Independente



fabianoenatalicio_C118C6EA-D27F-4106-A28C-919AB0DD21D7.JPG Foto: Jair Araújo
19/02/2020 às 07:00

O Carnaval deste ano da Mocidade Independente de Aparecida, que traz como enredo “Rituais”, marca a reedição de uma dupla de artistas em especial: o carnavalesco Fabiano Fayal e o artista plástico Natalício Vasconcelos. Ambos trabalharam juntos em outras escolas tradicionais da cidade como a Balaku Blaku 

Aos 44 anos de idade, Natalício nasceu no Ceará, mas veio para o Amazonas com 1 ano de idade e se considera um amazonense. No currículo, ele já levou sua arte plástica a vários Carnavais como no Rio de Janeiro (no Salgueiro, trabalhou com o amazonense Jairzinho Mendes), São Paulo (a Unidos do Peruche foi a sua última escola paulistana) e até internacionalmente, como em Berlim, na Alemanha. 



“E hoje eu estou aqui na Aparecida. Este meu retorno ao Carnaval de Manaus está sendo com novidades, coisas totalmente diferentes nos carros alegóricos. Sempre procuramos renovar e mostrar coisas diferentes e este ano é assim que a escola de samba vem”, enfatiza ele, prevendo sucesso na retomada da parceria com Fayal.


Trabalhos no barracão da escola de samba verde e branca estão adiantados

“Este retorno é maravilhoso pois somos uma dupla compatível, onde pensam da mesma forma como se fosse só uma cabeça em duas, uma mente. Se Deus quiser está dando tudo certo e vai dar tudo certo graças a Deus. Agora é esperar pelo momento da ‘travessia na avenida’”, comentou Natalício Vasconcelos. 

Rituais

Há seis anos no Carnaval da Aparecida, Fabiano Fayal, 43, também é responsável pela decoração das alegorias da agremiação verde e branca, completando o serviço de Natalício Vasconcelos. 

“Os rituais são presentes na nossa vida e nosso cotidiano. Até o fato de acordar, levantar, já é um ritual de preparação. Sou de matriz africana e esses e outros rituais do mundo inteiro serão retratados no nosso desfile, e não apenas os do Festival de Parintins”, comentou Fayal, estimando que a preparação do Carnaval da Aparecida será para entre 40 a 45 dias por parte de 30 pessoas no barracão.

“A preparação está muito tranquila. Já entregamos as fantasias e agora é concluir as alegorias e partir para a organização do desfile. Estamos bem antecipados graças a Deus. Temos novidades que são rituais de segredos que não podemos contar. Será um desfile cheio de carinho e com alma”, disse Fayal, emocionado.

Carnavalesco campeão explica enredo

O atual carnavalesco da Aparecida e ex-presidente da escola de samba, jornalista Saulo Borges, contou que a escolha do enredo para este ano levou em conta os problemas financeiros da agremiação registrados no ano passado.

“Sempre digo que escolhemos esse enredo pelo momento que a escola vive hoje. Ano passado vivemos um período de provação pelo momento econômico que atingiu o País, saída de patrocinadores e redução da verba pública, o que é uma constatação. A Aparecida passou por um momento de sacrifício e entendemos que, agora, neste momento, vivemos um momento de colher o fruto desse sacrifício que fizemos”, explica ele, que é o carnavalesco com o maior número de títulos entre as grandes escolas de samba de Manaus: ele é detentor de 11 das 22 conquistas da Mocidade de Aparecida - a maior vencedora entre as agremiações de Manaus.

Saulo comenta que a escola vai contar os rituais da humanidade desde que o homem se percebeu ser inteligente. “Vamos mostrar os vários rituais ao longo da história da humanidade nos cinco continentes onde o homem habita. Do Velho Mundo da Europa passando pelo Novo Mundo das Américas e sem esquecer da Ásia e da África que foram berços de grandes civilizações”, pontua o jornalista.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.