Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020
AFRO-AMAZÔNICO

Festival reúne virtualmente artistas, mestres populares e comunidades indígenas e quilombolas

Live marca data de abolição da escravatura no AM e também apoiará a campanha “Amazônia Contra a Covid, que busca arrecadar recursos em apoio a comunidades indígenas do estado



Djuena_Tikuna_5FF0BF75-53A6-4E54-BBE2-D25E47C8804B.jpeg Foto: Divulgação
08/07/2020 às 16:45

Nesta sexta-feira (10), às 18h, será realizado o Festival Afro-Amazônico Virtual, com a participação de artistas, mestres populares, indígenas, quilombolas e manifestações culturais em uma transmissão no YouTube (canal Instituto Cultural Ajuri - Inca).

A live marca a data de abolição da escravatura no Amazonas e também apoiará a campanha “Amazônia Contra a Covid”, que busca arrecadar recursos em apoio a comunidades indígenas localizadas em municípios onde a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) desenvolve atividades acadêmicas.



O presidente da ONG Instituto Cultural Ajuri (Inca), Marcos Moura, explica que o evento tem como missão combater o racismo estrutural, preconceito e exclusão, dando voz às comunidades indígenas e quilombolas.

“Ganhamos apoio de vários artistas para este propósito e também vamos contribuir com a campanha da Ufam para ajudar as comunidades indígenas que estão enfrentando essa triste pandemia. É papel da arte e o dever social do nosso instituto", ressalta.

Entre os artistas e personalidades confirmados, segundo Moura, estão Nilson Chaves (Belém-PA), Mestre Silvan Gavão (Alter do Chão-PA), Mestre Chico Malta (Alter do Chão-PA), Patrícia Bastos (Macapá-AP), Magda Pucci do Grupo Mawaca (São Paulo-SP), Boi de Morros (São Luís-MA), babalaô Ivanir dos Santos (RJ), Márcia Kambeba (São Paulo de Olivença-AM),  James Rios (Manaus-AM), Djuena Tikuna (AM) e Márcia Novo (Manaus-AM).

“Além destas atrações, teremos a banda anfitriã, que é a banda Ajuri, com mais de 36 anos de estrada, liderada por mim, que estará ao vivo de Parintins. Os demais artistas estarão em suas cidades e vão mandar suas participações em vídeos”, revela.

“E também teremos mais de 15 participações de lideranças indígenas de diferentes aldeias e etnias, e também de representantes das comunidades quilombolas para falarmos de suas bandeiras e resistências, e revelar uma Amazônia irmanada, unida por uma causa solidária”, declara.

Durante a transmissão, será disponibilizado um QR Code para o público contribuir com doações. Para mais informações sobre o evento: (92) 99360-4978.

*Com informações da Assessoria de Imprensa

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.