Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020
LESÕES

Dores afastam Madonna dos palcos pela segunda vez em um mês

“Desculpe, tive que cancelar esta noite”, escreveu a cantora de 61 anos no Instagram, após o primeiro cancelamento no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, no domingo. “Mas preciso ouvir meu corpo e descansar!”



MADONNA_D377DB68-1F3D-405D-B475-F832DDBF816E.JPG Foto: Jeenah Moon/Reuters
23/01/2020 às 13:33

A lenda do pop Madonna cancelou outro show na capital portuguesa, Lisboa, a cidade que inspirou seu mais novo álbum, "Madame X", pois sofre com dores decorrentes de “lesões”, anunciou nesta quarta-feira (22) a promotora da turnê.

A promotora Everything Is New divulgou uma nota no Facebook pedindo desculpas aos fãs e agradecendo-lhes os “votos pela recuperação de Madonna”. “Lamentamos sinceramente a decepção para os fãs devido às mudanças imprevistas e de última hora no cronograma”, afirmou o comunicado.



O concerto de quarta-feira (22) à noite foi o segundo show que a estrela cancelou desde o início de sua turnê europeia em 12 de janeiro em Lisboa, onde vive desde meados de 2017.

“Desculpe, tive que cancelar esta noite”, escreveu a cantora de 61 anos no Instagram, após o primeiro cancelamento no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, no domingo. “Mas preciso ouvir meu corpo e descansar!”.

A estrela compartilhou um vídeo no Instagram na terça-feira (21) em que é vista subindo uma escada com bengala. Durante o fim de semana, Madonna também compartilhou um vídeo dela em banho de gelo pós-show.

"Madame X" é o 14º álbum de estúdio da cantora norte-americana e foi inspirado por sua vida em Portugal e pela cultura e música tradicionais do país, incluindo o fado. Segundo a promotora, espera-se que o show final de Madonna dos oito inicialmente programados em Lisboa, na quinta-feira, continue como programado. A turnê continuará em Londres e Paris.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.