Terça-feira, 01 de Dezembro de 2020
Eleições

Candidatos apresentam propostas no primeiro dia de campanha eleitoral na rádio e TV

Programas eleitorais vão ao ar três vezes por dia



ac8f6b96-d14b-48b3-ad31-6d9da38c45c5_B01BFB86-77F3-45AF-9A7D-A6937FB143D0.jpg Foto: Divulgação
09/10/2020 às 11:49

No primeiro dia de campanha eleitoral na rádio e televisão, os candidatos à Prefeitura de Municipal de Manaus (PMM) prometem, enfatizam o próprio currículo e estreiam jingle e motes de campanha.

A reportagem acompanhou inserções de seis candidatos a prefeito em rádios locais durante a manhã de hoje que iniciou esta modalidade de campanha eleitoral. Atualmente, a configuração da propaganda eleitoral na rádio e televisão está assim: Rádio: das 6h às 6h10 e de 11h às 11h10; TV: das 12h às 12h10 e das 19h30 às 19h40 (sempre no horário de Manaus). A propaganda eleitoral gratuita será apenas para os candidatos a prefeito e irá ao ar de segunda a sábado.



Amazonino Mendes, candidato a prefeito pelo Podemos, propôs deixar as posições ideológicas de lado para “nos alinharmos aos milhares de ‘istas’ que realmente importam”.

“Se você é esquerdista, direitista ou qualquer outro ‘ista’, esqueça. Esse é o momento de nos alinharmos aos milhares de listas que realmente importam. Aqueles que fazem esta cidade funcionar. Motoristas, eletricistas, diaristas, lojistas e tantos outros que farão Manaus uma cidade otimista”, disse Amazonino ao usar um jogo de palavras.

O deputado Wilker Barreto, vice na chapa de Amazonino Mendes também fez uma aparição em uma das inserções. Wilker afirmou que a pandemia do novo coronavírus levou milhares de vidas e causou uma outra crise na “economia”. Ele sustenta que é urgente “resolvermos os problemas da saúde”, mas também é urgente “pensarmos num tratamento para pandemia econômica”.

O candidato do PSD, dono da Samel, Ricardo Nicolau, abriu a inserção criticando a falta de alternância na política local: “Nos últimos 30 anos, Manaus teve praticamente três prefeitos e os mesmos problemas continuam até hoje. Não adianta insistir em alguém que teve oportunidade e não resolveu. É preciso acreditar em uma nova gestão com novos projetos e novas ideias”, concluiu.

Apesar de reclamar de uma suposta “velha política”, Ricardo Nicolau foi presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) com apoio total do então governador Omar Aziz (PSD).

Em outra inserção curta, Nicolau enfatiza a trajetória dele dentro da Samel e usa os feitos do cargo de deputado estadual para prometer que vai “cuidar de vidas como prefeito de Manaus”.

Vanessa Grazziotin pediu voto para Marcelo Amil e Dora Brasil, postulantes do PCdoB à Prefeitura de Manaus. “Você precisa de alguém jovem na prefeitura”, pediu a ex-senadora.

 

Promessas

Junto com sua candidata a vice-prefeita, Marklize Siqueira, o candidato a prefeito petista, Zé Ricardo, prometeu ampliar a participação da “juventude” e da “mulher” na Prefeitura. “O Zé Ricardo é certeza de participação de todos e todas, ele respeita as diferenças e a diversidade e já mostrou que tem compromisso com quem mais precisa”, disse Marklize ao elogiar Ricardo.

David Almeida (Avante) prometeu retomar o que deu certo na sua gestão interina de quatro meses no governo do Amazonas. A propaganda de David procurou promover os feitos no governo do Estado e lembra que os professores receberam os maiores abonos salariais da “história”, além de ter “zerado a vila da saúde”.

Candidato a prefeito com as bênçãos do PSDB do atual prefeito Arthur Neto, Alfredo Nascimento prometeu armar a guarda municipal e abrir concurso público para novos agente que receberão “treinamento especial para proteger as pessoas” em locais públicos e nos transporte público.

Nicolau se comprometeu a construir o primeiro hospital municipal de Manaus com “150 leitos e capacidade para 1.500 cirurgias por mês” nos primeiros 180 dias da sua provável gestão à frente da PMM.

Configuração

Amazonino Mendes e Ricardo Nicolau têm o maior tempo de propaganda eleitoral gratuita. Para calcular o tempo, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) leva em conta o critério da aliança partidária. A coligação "Pra voltar a acreditar" de Ricardo Nicolau composta pelas siglas PDT, PSDB, PSD e Solidariedade soma quase três minutos.

O Podemos de Amazonino Mendes que coliga com MDB, PSL e Cidadania garantiu dois minuto e sete segundos.

Os únicos excluídos da propaganda no rádio e tv foram Chico Preto (DC) e Gilberto Vasconcelos (PSTU) pelo fato dos partidos dos candidatos não terem representatividade mínima no Congresso Nacional.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.