Terça-feira, 01 de Dezembro de 2020
bem-estar

Vacinação animal: especialista explica importância de imunizar os pets

Especialista ressalta que a vacinação deve ocorrer para impedir doenças graves, garantir vida saudável e evitar problemas com o bem-estar animal



WhatsApp_Image_2020-06-12_at_08.58.53_24790477-7A04-4571-8E80-AC02B4F4D47C.jpeg Foto: DIvulgação
12/06/2020 às 09:34

Os animais de estimação ganham cada vez mais espaço e importância na sociedade, sendo tratados como amigos ou membros da família, que fazem a alegria dos lares onde vivem e transformam a vida das pessoas que com eles convivem. Este forte laço afetivo, faz com que, naturalmente, os tutores demandem cuidados especiais para seus pets, principalmente de saúde e de estética animal. 

É preciso reafirmar que a vacinação de animais é uma atribuição exclusiva do profissional de Medicina Veterinária, legalmente habilitado e inscrito no Sistema Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) e Conselhos Regionais de Medicina Veterinária (CRMVs), conforme a resolução nº 1321 de 24 de abril de 2020, emitida pelo CFMV. 



A médica veterinária Jéssica Antunes (CRMV 1131), esclarece dúvidas sobre a importância da vacinação de cães e gatos, e como proceder em tempos de pandemia e restrições sociais, para que não se perca este importante compromisso do calendário de saúde pet.

“A vacinação deve ocorrer para impedir doenças graves, garantir vida saudável e evitar problemas com o bem-estar animal, portanto, verifique se quem se apresenta como uma pessoa capacitada para indicar ou aplicar algum tipo de medicação ou vacina, de fato é um médico veterinário ou médica veterinária através do número de inscrição do CRMV, pois além de crime, por exercício ilegal de profissão, atendimentos clandestinos podem causar diversos danos à saúde dos pets”, orienta Jéssica Antunes.

A vacinação dos bichinhos de estimação é importante em todo o tempo, pois assim como os seres humanos necessitam de imunização, os animais também precisam. Os tutores devem acompanhar com atenção as datas de vacinação, pois este é o mecanismo de prevenção de saúde dos seus pets. 

“É preciso lembrar, que além de proteger o próprio bicho de estimação, a vacinação também tem relação com a saúde humana, pois existem vacinas específicas para evitar que determinadas doenças sejam transmitidas para os seres humanos, como por exemplo, a raiva. Outro fator a ser destacado, tem referência com a proteção de outros animais, no sentido de impedir surtos de doenças. Para direcionar o cronograma de vacinação, é importante que os tutores acompanhem as datas através de uma caderneta de vacinação”, observa Jéssica Antunes.

A medida correta é consultar um profissional de medicina veterinária, onde será realizada uma avaliação e a verificação das necessidades de cada pet. “Os calendários de vacinação para cães e gatos, assim como as doenças que as vacinas imunizam essas duas espécies de bichinhos de estimação, são totalmente distintos e devem seguir seus cronogramas específicos, explica a médica veterinária.

Diversas são as doenças que os cães ficam imunes com a vacinação, como por exemplo, Leptospirose, Hepatite Infecciosa Canina, Coronavírus Canino, Parainfluenza Canina, Parvovírus Canino, Adenovírus Canino Tipo 2, Cinomose, Gripe Canina, Giardíase, Raiva e Leishmaniose.  Já os gatos, são imunizados de Chlamydia Psittaci, Rinotraqueíte, Panleucopenia Felina e Calicivirose, entre outras.

 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.