Sábado, 23 de Janeiro de 2021
FLAGRANTE

Trio envolvido na morte de menina indígena é capturado pela polícia

Entre os presos, estava um adolescente de 16 anos; população de Barreirinha chegou a tentar matar os suspeitos



52D65020-2DFA-4250-AAED-45DDF2110813_115EB77F-1246-47B4-B023-20A08235FF95.jpeg
24/11/2020 às 21:51

Após o assassinato da menina indígena Ana Beatriz, 5, da etnia Sateré-Mawé, a polícia conseguiu capturar os envolvidos na tarde desta terça-feira (24). Eles foram localizados na comunidade Ponta Alegre, uma área indígena, no município de Barreirinha (a 331 quilômetros de Manus). 

Entre os suspeitos, a polícia identificou Adnilson Lira de Souza, 42, Jonilson Pereira Barbosa, 30, e um adolescente indígena, 16. Os adultos foram contidos por comunitários até a chegada de policiais militares. Já o adolescente foi reconhecido após deixar cair uma camisa na casa da vítima. 



O crime

A criança foi raptada na madrugada de segunda-feira (23), por volta das 4h30, enquanto dormia em uma rede, com a mãe em uma casa, na aldeia Nova Vida. Ela foi estuprada e enterrada em uma área de mata. Ao sentir falta da filha, a mãe iniciou buscas com ajuda de comunitários. 

Após ser apreendido, o adolescente confessou a participação no crime e revelou onde estava o corpo. Ele alegou que estava drogado e bêbado. Por volta das 15h, Ana Beatriz foi encontrada com sinais de asfixia, marcas de violência no pescoço e na boca, além da vagina dilacerada. 

Diante da perversidade, os moradores tentaram fazer justiça com as próprias mãos. O trio foi apresentado foi apresentado na 42ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Barreirinha, onde o caso segue sendo investigado.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.