Quarta-feira, 28 de Outubro de 2020
POLÍTICA

PGR pede abertura de inquérito para apurar declarações de Moro contra Bolsonaro

Augusto Aras solicitou que Moro preste depoimento. Entre os crimes, em tese, a ser investigados estão falsidade ideológica, prevaricação, obstrução de justiça, corrupção passiva e denunciação caluniosa



noticia_272676_img1_aras_F9519F30-5396-4A51-8E9B-E0980C639155.jpg Foto: José Cruz/Agência Brasil
24/04/2020 às 17:16

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de um inquérito para apurar as declarações do ex-ministro Sergio Moro de interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

No pedido, o chefe do Ministério Público solicita que Moro preste depoimento para esclarecer os fatos narrados durante a coletiva de imprensa. 



Durante o anúncio de sua saída do governo, Sergio Moro disse que a mudança no comando da PF marca uma interferência política no órgão e que Bolsonaro teme inquéritos em tramitação no STF.

"Indica-se, como diligência inicial, a oitiva de Sergio Fernando Moro, a fim de que apresente manifestação detalhada sobre os termos do pronunciamento, com a exibição de documentação idônea que eventualmente possua acerca dos eventos em questão", diz o documento. 

Entre os crimes, em tese, a ser investigados estão falsidade ideológica, prevaricação, obstrução de justiça, corrupção passiva e denunciação caluniosa.

A Suprema Corte deve, agora, definir um ministro relator que analisará a abertura da investigação.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.