Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020
ADIAMENTO

Citada na CPI da Saúde, Carla Pollake tem depoimento adiado após pedido

A assessora foi citada em depoimentos do ex-secretário executivo da Susam, João Paulo, preso na Operação Sangria da Polícia Federal. A nova data para o depoimento ficou para segunda-feira (6)



Carla-Pollake-1024x716_01BD6025-EBD4-4777-A23B-4FE7AEA6506C.jpg Foto: Divulgação
03/07/2020 às 14:20

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde acatou nesta sexta-feira (3) parcialmente o pedido da assessora Carla Pollake para adiar o seu depoimento na comissão para segunda-feira (6). Pollake foi citada em depoimentos do ex-secretário executivo da Susam, João Paulo, preso na Operação Sangria da Polícia Federal, e do ex-titular da pasta, Rodrigo Tobias.

Carla quer mais tempo para se preparar para a oitiva. Ela pediu também, por meio de seu advogado, acesso aos autos do processo (peças e documentos) na CPI. Essa parte do pedido foi negado pelo deputado Delegado Péricles.



A assessora, que segundo depoimentos teria supervisionado uma reunião na Casa Civil do Estado, com a cúpula da Susam, para apresentar a atual secretária da pasta Simone Papaiz, seria ouvida hoje às 10h.

Na última segunda-feira (29), o ex-secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, disse em depoimento à CPI que o projeto “Anjos da Saúde”, que custou R$ 6 milhões, foi articulado diretamente pelo Governo, sem anuência da Secretaria de Estado da Saúde e sem seu apoio, na época. Além disso, o programa era coordenado por Carla Pollake, assessora que não tem função oficialmente no Governo.

Pollake será ouvida na condição de convocada, caso não compareça e não apresente um motivo razoável, os membros da CPI afirmaram que Pollake poderá ser alvo de condução coercitiva.

À época do depoimento, Tobias explicou que o Anjos da Saúde não foi um projeto desenvolvido pela Susam, mas pela Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (Aades), e posto em prática pela Secretaria de Estado do Amazonas, mesmo com a vontade contrária dele. Segundo o ex-secretário, houve interferências na pasta sem aprovação dele e que isso chegou o constranger.

Governador Wilson Lima (PSC) anunciou o "Anjos da Saúde" em abril deste ano. O programa foi lançado durante uma live transmitida pelas redes sociais do Governo. Com o programa, o Governo pretendia trazer humanização ao atendimento na saúde pública durante a pandemia do novo coronavírus.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.