Sexta-feira, 30 de Outubro de 2020
política

Bolsonaro diz que espera definir até sexta-feira (28) valor do auxílio emergencial

Bolsonaro afirmou que o saldo positivo na geração de empregos no país – que criou 130 mil postos de trabalho em julho, segundo o Caged – foi “em parte” impulsionado pelo pagamento do benefício



bolsonaro_7E4D3432-7644-4588-8D5F-C912E67F89A1.JPG Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto. Foto: 19/08/2020 REUTERS/Adriano Machado
25/08/2020 às 20:45

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que espera ter uma definição até sexta-feira sobre o valor das próximas parcelas do auxílio emergencial a serem pagas pelo governo até o fim do ano, depois que o anúncio da renovação do programa previsto para esta terça-feira foi adiado.

“Logicamente não batemos o martelo ainda, a gente espera que até sexta-feira esteja quase tudo definido para nós darmos mais uma ajuda que é obrigação nossa, não é favor não, ajudar o Brasil a sair da crise que ainda temos, e venhamos então a voltar à normalidade”, disse Bolsonaro em discurso na abertura de congresso da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).



Bolsonaro disse que participou de reunião nesta terça com a equipe econômica para tratar do assunto.

Inicialmente, o governo pretendia anunciar nesta terça-feira os novos valores do benefício juntamente com um pacote de medidas de estímulo à economia no enfrentamento à pandemia de Covid-19. Contudo, o pacote foi adiado a pedido do presidente, que estaria insatisfeito com o valor a ser pago no Renda Brasil, programa que deve suceder o Bolsa Família e o auxílio emergencial.

No discurso, Bolsonaro afirmou que o saldo positivo na geração de empregos no país —que criou 130 mil postos de trabalho em julho, segundo o Caged— foi “em parte” impulsionado pelo pagamento do benefício.

O presidente disse, no entanto, que não é possível continuar a suportar a conta de 50 bilhões de reais por mês com o pagamento do auxílio emergencial, e frisou ainda que “dinheiro de mais” em circulação leva à inflação. “Papel demais no mercado pode levar à inflação, maior mal que pode existir”, disse.

Bolsonaro afirmou ainda que considera o Brasil um dos países que melhor enfrenta a pandemia, apesar das mais de 115 mil mortes registradas por Covid-19, que colocam o país como o segundo mais afetado do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.


Mais de Acritica.com

30 Out
show_1_A8258414-BC58-4974-AFBF-5FEDFF167A09.jpg

Juíza deixa Comissão de Propaganda Eleitoral no AM

30/10/2020 às 16:31

Magistrada Mônica Cristina alegou questão de foro íntimo como motivo para a saída. Fontes consultadas por A Crítica avaliam que a juíza estava insatisfeita com "algumas coisas" e pela "constante troca de servidores e poucos auxiliares


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.