Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020
avanços

Estudo brasileiro sobre novo protocolo contra Covid-19 deve ser publicado em breve

Grupo de especialistas irá publicar protocolo inédito sobre eficácia do corticoide metilpredinisolona



Capturar_E2FF42AC-65D2-4064-A917-6812488513D8.JPG Estudos para combater a Covid-19 e curar pacientes acometidos pela nova doença começam a mostrar resultados positivos (Foto: Divulgação)
21/06/2020 às 12:51

Na luta contra a pandemia da Covid-19, cientistas ao redor do mundo se dedicam com afinco a estudos para descobrir remédios ou vacina para combater a nova doença. Na última terça-feira, 16, uma nova esperança surgiu no horizonte. Pesquisadores britânicos afirmam que encontraram a primeira droga que reduz a incidência de mortes pela covid-19. De acordo com cientistas da Universidade de Oxford, que utilizaram o corticoide dexametasona, houve redução de um terço das mortes em paciente que precisava de tratamento com oxigênio.

No Brasil, o imunologista Dr. Roberto Zeballos, que também participa de um grupo de estudos na busca da cura da Covid-19, defende o uso de outro corticoide em pacientes na segunda fase da doença. “Utilizamos a metilprednisolona desde abril e o protocolo do Brasil é melhor porque aumenta a concentração no pulmão e nós entramos um pouco mais cedo do que eles em Oxford. Vamos comprovar isso com o protocolo que está em fase de finalização e será publicado”, afirma o médico. 



Casos de sucesso

Um dos casos citados por Zeballos sobre o uso da metilprednisolona aconteceu em Belém, no Pará, onde o corticoide foi administrado via oral e resolveu o problema do colapso que estava acontecendo na cidade. Dos 323 casos auditáveis, somente um veio a óbito. Desses, somente 44 pacientes precisaram ser internados. Todos eram casos graves de internação e não tinha leito. 

“No entanto, não é para o pessoal sair tomando de forma indiscriminada. Quem tomar corticoide na hora errada pode morrer porque aí o vírus vem com tudo. Tem que tomar sob prescrição médica. Autoridade máxima é o médico para definir qual o tratamento mais adequado para cada paciente”, alerta Zeballos. 

Com relação ao uso da ivermectina e hidroxicloroquina, o especialista relata que passou a endossar a prescrição na primeira fase da doença a exemplo de países africanos e também de casos no Brasil. “O prefeito de Porto Feliz (SP), doutor Cácio, tem a experiência com 900 pessoas que tomaram a ivermectina quando em contato com pessoas infectadas pelo vírus e nenhuma desenvolveu a doença. Eu mesmo acompanhei o caso de uma família, onde a filha pegou, recomendei a ivermectina para todos e, passado o período de incubação, ninguém da família desenvolveu a doença”, destaca o médico.

Mecanismo

Conforme o médico, a doença tem duas fases: pulmonar e gripe. Apenas 5% avançam para a fase pulmonar. Porém, tratar a primeira fase da doença também é fundamental, haja vista que é capaz de prevenir o quadro mais grave. 

A próxima fase de estudos a ser realizada pela equipe de Zeballos será para atender melhor a primeira fase da doença. Quanto ao estudo sobre a metilprednisolona, o especialista afirma que se encontra com a comissão de análise e deve ser publicado em breve. 

“Valeu a pena ter insistido no uso do corticoide para o tratamento da doença porque antes mesmo de sair o resultado em Oxford, já tinha diversos médicos usando. Criou uma movimentação favorável e agora os médicos irão utilizar o medicamento nos pacientes de forma respaldada. Isso me deixa feliz porque também vai diminuir o colapso no sistema de saúde”, declara Zeballos. 

Para o médico, o sentimento é de gratidão. “Está na hora de perder o medo. Lógico que tem gente que perdeu parentes, isso é irreparável, mas a gente também não sabia o tratamento. Em determinado momento, parece coisa de Deus, tive uma luz, entendi como funcionava o mecanismo da doença e tem dado certo com esse protocolo. Estou feliz com o resultado”, conclui o imunologista.

Imunologista Roberto Zeballos faz parte da equipe de estudos que defende uso da metilpredinisolona


 

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.