Segunda-feira, 13 de Julho de 2020
prevenção

Em Juruá, MP sugere álcool em gel gratuito para quem dormir em fila de bancos

Recomendação faz parte das medidas locais para enfrentamento da covid-19. Um Projeto de Lei deve ser criado para obrigar o uso de máscaras no município de 14 mil habitantes



Capturar_B26176FA-2E22-4408-AC92-C6662A3C7F5B.JPG Foto: Divulgação/MPAM
08/05/2020 às 09:09

O Comitê de enfrentamento ao covid-19 do município de Juruá, distante 712 quilômetros, foi recebido pela promotra de Justiça Adriana Monteiro Espinheira, representante do Ministério Público do Amazonas, e deliberou medidas de ampliação do uso de máscaras e estabelecimento de regras para permanência em filas, principalmente em agências bancárias.

Participaram autoridades sanitárias e de saúde, Poder Legislativo, Executivo, Polícias Civil e Militar e outros representantes do poder público. 



Quanto às filas na agência do banco Bradesco e casa lotérica, foi sugerido pelo Ministério Público que a Polícia Civil organize a fila única e prioritária para os grupos de risco (maiores de 60, cardiopatas, diabéticos, etc), uma outra fila para prioridades estabelecidas por lei; além de uma fila convencional. Todos devem usar máscaras e manter a distância mínima de um metro e meio. 

Também foi sugerido a orientação, fornecimento de álcool em gel e máscaras aos ribeirinhos que dormem na fila no dia anterior.

A necessidade de pelo menos três guardas estarem burrifando álcool em gel nas mãos dos clientes, além de orientar as formas de prevenção e as consequências da doença, estão elecandas nas sugestões do MP.

Sobre fiscalização nos cultos, igrejas, templos religiosos, etc, foi sugerido pelo Ministério Público a designação de servidores para, periodicamente, fiscalizarem o cumprimento das normas de distanciamento mínimo e uso de máscaras.

À Câmara Municipal foi sugerida a aprovação de projeto de lei para criar infração administrativa decorrente da violação de medidas de prevenção, controle e combate ao novo coronavírus (COVID-19), com a previsão de multa e o procedimento para a sua cobrança, destinado.

Os vereadores devem criar um PL que determina à população o uso obrigatório de máscaras, como medida preventiva necessária a contenção da disseminação do vírus em via pública e locais públicos de necessária convivência.O PL já começou a ser debatido na casa, de acordo com o represente dos vereadores Edson Serrão.

As recomendações do MP alertam para o Plano Municipal de Contingência, que deve adotar protocolos específicos por conta das características do vírus. As medidas prevêem local de atendimento específico que as pessoas deverão comparecer em caso de suspeita para triagem e classificação do caso, promovendo-se intensa divulgação em carros de som, rádio, etc.

De acordo com o MPAM, o secretário de Saúde, Ricardo Elias Mothci, informou que o Município de Juruá está implementando o Hospital de Campanha para o enfrentamento a COVID-19, comprometendo -se a entregar o Plano Municipal de Contingência em breve, o que foi ratificado pelo médico Lucas Durski. O representante do Poder Legislativo, vereador José Rodrigues, se comprometeu a elaborar a projeto de lei, haja vista a necessidade de estabelecer sanções administrativas para aqueles que descumprem as regras sanitárias. Ao final, todos se comprometeram a implementar as sugestões.

*Com informações da assessoria

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Tudo sobre o Coronavírus



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.