Terça-feira, 14 de Julho de 2020
BALANÇO

Covid-19: mortes sobem para 11 e casos confirmados chegam a 921

São Paulo registra o maior número de mortes por coronavírus. Apenas Roraima e Maranhão não apresentam casos confirmados



coronavirus0403209803_34FB40A9-A214-471E-BD18-68DF2F88B518.jpg Foto: Agência Gazeta
20/03/2020 às 17:50

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil chegou a 904 nesta sexta-feira, alta de 283 em relação à véspera, informou o Ministério da Saúde, que contabiliza ainda nove mortes em decorrência do Covid-19 no país.

Segundo a pasta, o Estado de São Paulo segue com maior número de infecções confirmadas, 396, avanço de 110 na comparação com quinta-feira, enquanto os óbitos no Estado somam nove. O governador João Doria (PSDB) assinou decreto que coloca São Paulo em estado de calamidade pública.



Na sequência, o Rio de Janeiro tem 109 casos confirmados, ante 65 na véspera, e duas mortes.

Em todo o país, 24 Estados e o Distrito Federal registraram casos confirmados da doença. Apenas Maranhão e Roraima não têm nenhuma infecção confirmada, segundo dados da pasta.

Pelas previsões do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o Brasil deve ter um rápido avanço do número de casos, o que pode fazer com que o sistema de saúde entre em um eventual colapso em abril. Ele espera um “platô” na contagem de infecções em julho, e uma queda brusca em setembro.

Medidas para conter Covid-19

Hoje o Ministério da Saúde não realizou a entrevista coletiva diária que vem promovendo nas últimas duas semanas. O anúncio de medidas adotadas pelo governo foi feito em entrevista no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Jair Bolsonaro, do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e de outros representantes do governo. Durante o encontro, Mandetta disse que o sistema de saúde pode entrar em colapso em abril em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Tudo sobre o Coronavírus



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.