Terça-feira, 27 de Outubro de 2020
INSUMOS

Covid-19: AM recebeu menos de 2% dos testes distribuídos pelo Governo Federal

Mesmo com a maior taxa de mortalidade do país, Estado recebeu menos testes que estados vizinhos



2020-04-01t102852z_125263690_rc2mvf9f72ss_rtrmadp_3_health-coronavirus-china-scientists_D6D6A053-1224-43BC-A042-EE95DCE5E9DA.jpg Foto: AFP
12/05/2020 às 21:03

Mesmo registrando a maior taxa de mortalidade da Covid-19 no país, o Amazonas recebeu menos de 2% dos testes moleculares para diagnóstico do coronavírus distribuídos pelo Governo Federal, segundo apontou um documento obtido pela Fiquem Sabendo, agência de dados especializada na Lei de Acesso à Informação (LAI).

Do total de 735 mil kits de testagem padrão-ouro entregues pelo Ministério da Saúde em todo o país, o Estado recebeu um lote de apenas 13.928 testes, o que equivale a 1,8% do total distribuído.



Mesmo com a maior taxa de mortalidade do país, o Amazonas recebeu menos testes que estados vizinhos, como Roraima, que recebeu 14.704 kits, e o Pará, que recebeu 22.732 testes. O Rio de Janeiro foi a unidade da federação que mais recebeu kits, com mais de 160 mil testes. Os números são referentes até o dia 28 de abril.

De acordo com especialistas, a ampliação na testagem para o coronavírus é fundamental para dimensionar o real impacto da pandemia, além de diminuir a subnotificação do vírus.

Destino

Os insumos foram encaminhados ao Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen), em Manaus. Do carregamento, 5 mil unidades foram doadas pela Petrobrás, enquanto o restante (8.928) foi adquirido pelo ministério e produzido por dois laboratórios brasileiros – Fiocruz e Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP). 

Segundo o Ministério da Saúde, todos os testes distribuídos são do tipo RT-PCR, também classificados como moleculares. Considerados padrão-ouro no diagnóstico da Covid-19, são capazes de identificar o vírus no momento em que ele está ativo no organismo.

Número de mortos

Na última terça-feira (12), o Amazonas chegou à marca de 1.098 óbitos pela Covid-19 e 14.168 casos confirmados da doença. No Estado, a taxa de mortalidade é de 26,5 óbitos para cada 100 mil habitantes, quase o dobro do índice do Ceará, que ocupa o segundo lugar com 14 óbitos por 100 mil habitantes.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.