Quinta-feira, 02 de Julho de 2020
MEDIDAS

Coronavírus: decreto suspende férias de servidores da saúde no AM

Em caso de agravamento do surto de Covid-19, Estado pode realizar a contratação temporária de profissionais da saúde para suprir as demandas da rede pública



10mar2020---enfermeira-usa-mascara-para-se-proteger-contra-o-coronavirus-no-hospital-regional-da-asa-norte-em-brasilia-1584021032570_v2_1920x1279_D1BC6035-2824-4284-860E-729B605A0D67.jpg Foto: Adriano Machado/Reuters
16/03/2020 às 19:21

Um decreto assinado nesta segunda-feira (16), pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, suspende por 60 dias as férias dos servidores estaduais da Saúde. A medida faz parte de um pacote de ações do Estado na prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus e foi anunciada após a confirmação do primeiro caso de Covid-19 no Amazonas.

Na ocasião, o governador, ao lado do secretário de saúde, Rodrigo Tobias, acrescentou que o Estado pode realizar a contratação temporária de profissionais da saúde para suprir as demandas da rede pública em caso de agravamento da epidemia de Covid-19.



Perguntado sobre a falta de máscaras cirúrgicas em hospitais, Rodrigo Tobias ressaltou que o Amazonas tem estoque para até 40 dias e detalhou que o Estado recebeu nesta segunda-feira (16) 90 mil unidades do equipamento e que espera receber mais uma remessa até sexta-feira (20).

Sobre a estrutura da rede pública de saúde, o secretário disse que em termo de rede estadual, a quantidade de leitos disponíveis atende a necessidade para o momento e, se for preciso, o plano de contingência prevê ampliação de leitos.

Dos 550 leitos de UTIs no Estado, 383 são da rede estadual, dos quais 50 estão no Hospital Delphina Aziz. Mas, conforme o secretário, há a possibilidade de ampliação, tanto dos leitos de terapia intensiva quanto semi-intensiva no Delphina Aziz, se houver necessidade.

A unidade foi definida como hospital de referência para casos graves de Covid-19 que precisem de internação.

A ideia, segundo Tobias, é que se houver explosão de casos graves, os pacientes hoje internados no Delphina Aziz serão transferidos para outras unidades, inclusive da rede privada, deixando o hospital exclusivo para os casos graves de Covid-19.

“Hoje, nós podemos afirmar que a estrutura de saúde do Estado do Amazonas está preparada para acomodar os casos confirmados de coronavírus. O nosso Plano de Contingência nos ampara a fazer essas modificações e fazer a expansão do número de leitos no Estado a qualquer momento e conforme a necessidade”, destacou.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Tudo sobre o Coronavírus



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.