Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020

The Boys: 2ª temporada

Com grandes poderes vem grandes imoralidades


11/10/2020 às 20:11

Daniel Bydlowski
Especial para A CRÍTICA

Sim, você leu certo. Se no universo Marvel grandes poderes trazem grandes responsabilidades, em The Boys, série original do Prime Video da Amazon e a segunda mais vista na plataforma,as questões morais se invertem. Inspirada nos quadrinhos de Garth Ennis e Darick Robertson,com produção de Seth Rogen e Evan Goldberg, conhecido por Supernatural, a nova sensação das plataformas de streaming apresenta a perspectiva real de super poderes combinados as demandas da vida. 

Um completo avesso ao que estamos acostumados a ver nas telas de Hollywood, aqui a fantasia se mistura à violência gratuita, sexo e uma boa dose de críticas. Personagens e roteiro construídos com muito humor, mas sustentados por ideologias políticas, questões socias e ambientais. Um entretenimento e tanto!

Em The Boys, super-heróis são considerados como criaturas divinas. Existem muitos deles, mas poucos são os escolhidos para “salvar o mundo” e ganham os holofotes e os bilhões para isso. Comandados pela grande empresa Vought, que almeja colocá-los no exército como armas contra terroristas, e o Capitão Pátria à frente do grupo, vale tudo para chegar ao topo. Nem Nick Fury e a agência S.H.I.E.L.D poderiam pensar em tantas artimanhas. 

Do outro lado há os The Boys, um grupo de pessoas de caráter duvidoso, coragem questionável e atitudes criminosas, mas que se uniram para manter a comunidade dos super-heróis na linha. E desvendar segredos não tão divinos assim. 

O sucesso no Brasil está crescente, o Canal Porta dos Fundos até já fez uma paródia de tão irreverente que a série vem se mostrando. Esta série é brilhante, divertida e confusa, que faz referências sem distinção de editora, ou seja, consegue alcançar os aficionados de todos os estilos.

E agora, para quem você vai torcer? The Boys segue em sua segunda temporada, com muita violência, comédia e com a expectativa de muitos novos personagens e atores incríveis.

Daniel Bydlowski 

É membro do DirectorsGuildof America e artista de realidade virtual.   Faz parte do júri de festivais internacionais de cinema e pesquisa temas relacionados às novas tecnologias de mídia, como a realidade virtual e o future do cinema. Daniel também tenta conscientizar as pessoas com questões sociais ligadas à saúde, educação e bullying nas escolas. É mestre pela Universityof Southern California (USC), considerada a melhor faculdade de cinema dos Estados Unidos. Atualmente, cursa doutorado na UniversityofCalifornia, em Santa Barbara, nos Estados Unidos. Recentemente, seu filme Bullies foi premiado em NewPort Beach como melhor curta infantil, no Comic-Con recebeu 2 prêmios: melhor filme fantasia e prêmio especial do júri. O Ticket for Success, também do cineasta, foi selecionado no Animamundi e ganhou de melhor curta internacional pelo MoondanceInternationalFilm Festival.


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.