Sábado, 23 de Janeiro de 2021

O novembro de todo saxofonista

Abner Viana relembra a história do saxofone no Dia do Saxofonista


09/11/2020 às 19:57

Abner Viana
Especial para A CRÍTICA

Neste último dia 6 de novembro foi comemorado mundialmente o dia do saxofonista. A data foi atribuída graças ao dia de nascimento do senhor Antoine Joseph Sax (1814-1894). Era belga, nascido na cidade de Dinant, e, ficou mundialmente conhecido por ter inventado um instrumento musical chamado saxofone. Antoine era luthier de instrumentos musicais, mas era conhecido mesmo pela alcunha de Adolphe Sax. E por possuir um tubo fônico, literalmente fazendo alusão à fala humana, e o sax (sobrenome do próprio inventor). O resultado foi sax+fone, igual a saxofone. 

Seu pai, Charles-Joseph Sax, também era construtor de instrumentos musicais. Desde jovem, Adolphe começou a consertar e construir os seus instrumentos. Assim, Adolphe Sax começava suas experiências para descobrir novos timbres e instrumentos de ventos (ou da família das madeiras, definido assim pela orquestração tradicional). A sua primeira invenção importante foi um melhoramento no clarinete baixo (ou o que conhecemos como clarone), que patenteou com apenas 20 anos de idade. Mas, foi no ano de 1840, que Adolphe inventou o saxofone. E, em 1841 mudou-se para Paris, onde continuou a trabalhar na construção e invenção de outros instrumentos musicais. 

Sua obra prima por excelência, o saxofone, foi destinado a ser usado nas bandas militares, já que na época não adentrou a formação tradicional de orquestra sinfônica. O compositor Hector Berlioz (1803-1869) escreveu a Adolphe Sax, aprovando assim o novo instrumento no ano de 1842, mas o inventor o patenteou somente no ano de 1846, depois de desenhar e construir toda a família de saxofones (que ia do soprano ao contrabaixo). Mas, foi no Jazz, bem no início do século XX, que o saxofone ficou mundialmente famoso. 

Características

O instrumento tem o corpo metálico com uma palheta de madeira, semelhante ao clarinete. Saxofonistas como John Coltrane (1926-1967), Charlie Parker (1920-1965), Dexter Gordon (1923-1990), Wayne Shorter (1933), Dave Liebman (1946), Michael Brecker (1949-2007), Gerry Mulligan (1927-1996) e entre outros mundo afora, elevaram o instrumento ao mais alto nível técnico/musical e o tornaram parte indispensável de qualquer formação musical, seja nas famosas big-bands, bandas sinfônicas, grupos de jazz, música de câmara, música contemporânea, duos, trios, quartetos de saxofone e etc, no qual a ascensão do instrumento o elevou a ser usado em diversos estilos e gêneros musicais. 

Feliz dia a todos os saxofonistas do mundo, em especial aos nossos da música brasileira. Afinal, como saxofonista, sempre temos a desculpa de afirmar que o saxofone, por charme ou não, parece ter o timbre mais próximo da voz humana.
 


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.